segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

JARDIM BOTÂNICO NACIONAL DA IRLANDA


FOTO 1



FOTO 2

FOTO 3

FOTO 4


FOTO 5



FOTO 6






Com mais de 17 mil espécies de todo o mundo, o Jardim Botânico Nacional da Irlanda é incrível. Ele existe desde 1795, mas apenas em 1878 se tornou público; e cá entre nós: é um convite aos amantes da natureza e fotografia.

Em 1795, o poeta irlandês, Thomas Tickell vendeu a sua casa e uma pequena propriedade em Glasnevin para o Parlamento Irlandês. O objetivo era entregar a área à Royal Dublin Society para que eles construíssem o primeiro jardim botânico da Irlanda. O Jardim tinha como propósito inicial auxiliar no avanço das pesquisas nas áreas de agricultura, medicina e tingimento.

O National Botanic Gardens é o principal centro de botânica e horticultura da Irlanda.  Ao todo, o parque possui 20 hectares contendo mais de 16 mil espécies de plantas diferentes, que vão dos mais clássicos jardins de rosas às mais ricas coleções de cactos.

O que mais impressiona, em meio a tantas plantas, é o tamanho das estufas, grandes o suficiente para comportar árvores enormes e até mesmo uma amostra perfeita da floresta tropical. 

Além das estufas, tem riachos e a fauna do jardim botânico também é rica, com patos e pássaros de várias espécies e até alguns esquilos podem ser vistos correndo pelas árvores.  Se quiser vê-los, vá preparado com um pacote de amendoim para alimentá-los.

Lá, todas as plantas possuem sua nomenclatura e local de origem, ou seja, podemos ver plantas originárias da América, Austrália, África, Ásia e outros lugares do mundo. 

Além de uma atração turística, o Botanic Garden também é responsável pela conservação de mais de 300 espécies que estão em extinção; e pesquisas referente as novas espécies, aumentando o conhecimento da Flora Irlandesa.  O local oferece ainda tuors guiados, e um vasto material explicativo para auxiliar os visitantes a compreender a importância do Botanic Garden.

FONTES:            

Nenhum comentário:

Postar um comentário