quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

POWERSCOURT GARDENS - Irlanda



Jardim japonês


Jardim japonês


Jardim Japonês


Jardim japonês


Jardim japonês

 Jardim japonês

 

 Jardim japonês

Jardim italiano

Jardim italiano

Jardim italiano

Jardim italiano

Estatuária do jardim italiano

Fonte no jardim italiano

Jardim italiano

Jardim italiano
Por No machine-readable author provided.  

Tower valey

Tower valey

Tower valey

Tower valey

Tower valey

Tara's Palace

Tara's Palace


 Powerscourt House é um palácio da Irlanda localizado em EnniskerryCondado de Wicklow. Encontra-se rodeado por jardins paisagísticos no interior de uma vasta herdade, que ocupa atualmente 47 acres.
O palácio, originalmente um castelo do século XIII, foi extensivamente alterado no século XVIII pelo arquitecto alemão Richard Cassels, as obras foram iniciadas em 1731 e ficaram concluídas em 1741. Um incêndio, ocorrido em 1974, deixou a casa destruída até à sua renovação em 1996.
A propriedade, actualmente uma popular atracção turística, inclui um campo de golfe, um restaurante da empresa irlandesa Avoca Handweavers e um hotel Ritz-Carlton
O proprietário original do castelo do século XIII era um homem de nome la Poer, o qual foi, provavelmente anglicizado para Power. A posição do castelo tinha uma posição militar estratégica, a partir da qual o dono do castelo podia controlar o acesso aos vizinhos rios Dargle, Glencree e Glencullen.
O edifício de três andares tinha pelo menos 68 salas. O salão de entrada media 60 pés (18 metros de comprimento por 40 pés (12 metros) de largura e era onde as relíquias de família se encontravam expostas. As principais salas de recepção ficavam no primeiro andar, e não no piso térreo como tipicamente acontecia. Uma alameda de faias com uma milha de extensão conduz ao palácio.
O Rei Jorge IV do Reino Unido foi convidado de Richard Wingfield, quinto Visconde Powerscourt, em Agosto de1821. Mervyn Wingfield, sétimo Visconde Powerscourt, herdou o título e a herdade de Powerscourt, a qual compreendia 49.000 acres (200 km²) de terras na Irlanda, aos 8 anos e idade, em 1844. Quando atingiu os 21 anos, empreendeu uma extensa renovação do edifício e criou novos jardins.
A inspiração para o desenho do jardim resultou de visitas realizadas por Powerscourt aos jardins do Palácio de Versailles, próximo de Paris, do Palácio de Schönbrunn, próximo de Viena, e do Schloss Schwetzingen, próximo de Heidelberg. O esquema do jardim demorou 20 anos a desenvolver-se, ficando completo em 1880.
As principais atrações nos campos incluem a "Tower Valley" (com torre de pedra), Jardins Japoneses, estátuas de cavalos alados, Lago Tritão, cemitério de animais, Tanque do Delfim, jardins murados, Portão Bamberg e o Jardim Italiano. A Torre Oimenteira, anteriormente acessível aos turistas, mas agora indisponível, terá sido desenhada depois de uma oferta de três pimenteiras a Lady Wingfield. De particular interesse é o cemitério de animais, cujas lápides têm sido descritas como "surpreendentemente pessoais"
Richard Cassels, situado em posição de comendo no alto de uma colina, desviou-se ligeiramente do seu estilo sombrio habitual, para dar ao palácio um aspecto a que John Vanbrugh chamaria de castle air (ar de castelo), uma severa fachada Palladiana limitada por duas torres com cúpula.
Na década de 1830, o palácio foi cenário de numerosas conferências sobre profecias bíblicas não cumpridas, as quais foram frequentadas por homens como John Nelson Darby e Edward Irving. Estas conferências foram promovidas sob os auspícios de Theodosia Wingfield Powerscourt, então a venerável Lady Powerscourt.
O palácio foi destruído pelo fogo no dia 4 de Novembro de 1974, durante a posse das famílias Andrews, Childers e Brennan e, mais tarde, recuperado em 1996. Apenas duas salas estão abertas ao público tal como apareciam no tempo em que estava habitado, enquanto que o resto do renovado edifício foi convertido em lojas.

O simbolismo do jardim

O Jardim Japonês fica maravilhoso na primavera, quando as  azaléias estão em plena floração e suas flores perfumam o ar, e no outono com as cores vibrantes dos  bordos japoneses . Lanternas de pedra guiam através de caminhos sinuosos do jardim, levando-o até seu círculo mais íntimo. Aqui você vai encontrar um pagode e um riacho escorrendo sob pontes no estilo japonês. O próximo círculo é marcado por um anel de Palms Fortune chineses, que têm sido cultivada na China e no Japão há milhares de anos e foram levados primeiro para a Europa em 1830. O círculo superior oferece vistas deslumbrantes sobre o Jardim Japonês e o Pão de Açúcar ( uma montanha da Irlanda) à distância. Existe um conceito por trás de cada desses belos círculos: trabalhar para dentro, descobrimos nosso eu interior, trabalhar para fora e para cima ganhamos um maior conhecimento do mundo que nos rodeia.

Da Gruta

Leve o seu ente querido para ir a uma das mais antigas características de Powerscourt jardins, ao lado do Jardim Japonês. Esta é uma gruta elaborada para namoro no jardim do primeiro Visconde  1740. Um ar de romance do século 18 ainda permeia aqui, com seus caminhos secretos e atmosfera romântica. A gruta é feita a partir de esfagno fossilizados, tirada às margens do rio Dargle, próximo ao jardim.. Ouvir os sons da água escorrendo pelas paredes da gruta coberta de musgo, é verdadeiramente refrescante!  Antes de sair do jardim japonês, jogar uma moeda para o poço dos desejos traz boa sorte!
A Torre do Vale é um vale arborizado, com muitas variedades de árvores para que você aprecie. Quando você visitar Powerscourt, olhe para as árvores ao seu redor, com suas diferentes formas, texturas, troncos poderosos e intrigantes. As árvores em Powerscourt foram plantadas ao longo dos últimos dois séculos e agora existem mais de 250 variedades para você descobrir. 
Embora muitas destas árvores sejam uma visão familiar para nós, quando foram plantadas foram na sua maioria plantas novas, coletados das Américas e de todo o mundo. Mantenha-se atento para as coníferas da América do Norte, que foram as plantas "exóticas"  do século 19. O clima relativamente frio de Powerscourt tem ajudado muitas dessas árvores a crescerem rapidamente. 
Outros tipos de árvores na Torre do Vale incluem o Spruce Sitka, cedro vermelho ocidental, abeto europeu, Dawn Redwood, Torrey Pine e o Sequoia Gigante, entre outros. Muitos destes são rotulados.


A Powerscourt Cachoeira é a maior da Irlanda  com 121m (398 pés) e está a 5 km do principal Estate. Ela está situada em um dos parques mais bonitos da Irlanda, no sopé das Montanhas Wicklow.



FONTES:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Powerscourt_House
http://www.powerscourt.ie/gardens
CRÉDITO DAS IMAGENS :
 http://www.powerscourt.ie/gardens
Por No machine-readable author provided. Hofi0006 assumed (based on copyright claims). - No machine-readable source provided. Own work assumed (based on copyright claims)., CC BY-SA 3.0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=261134


Nenhum comentário:

Postar um comentário